segunda-feira, 18 de março de 2013

efflictim.

Peço desculpa a quem magoei. Não sei o que faço. E se não tenho por hábito escrever para alguém ou por alguém, hoje de noite é diferente. A vida não é justa. Pensando em toda a sequência de eventos que ocorreram para chegar aqui, é, no mínimo, irónico. É irónico que seja agora e tenha sido hoje. É irónico que precise de amor. É irónico que precise de descansar e que precise de carinho. É irónico que, de alguma forma ainda por analisar, precise de ti. Não sei como lidar com este tipo de situações, pois nunca me aconteceu. Volto a pedir desculpa em adiantado porque não sei o que fazer. Por um lado, eu quero. Por outro lado, eu não te “conheço”. E será que devo seguir os meus sentimentos ou a racionalidade? Reajo das duas formas e não sei que te dizer sobre isso. Chamemos-lhe destino para o propósito deste texto. Sendo sincero, nunca conheci alguém com uma personalidade tão vincada. Também não conheço muitos com quem quase escreva mms’s. Fico à espera.

10 comentários:

  1. Viver na incerteza do "e se..." é pior! Go for it!!!

    ResponderEliminar
  2. entra no meu blog? comecei a pouco tempo. estou amando seu blog!
    http://inocenteobsessao.blogspot.com.br/

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. odeio que venham para aqui mandar essa merda. odeio o teu blog. e volto a repetir, aquele contador merdoso dos animais mortos, dá-me mais fome.

      Eliminar
    2. Este comentário foi removido pelo autor.

      Eliminar
  3. gostei do teu blog, vou continuar a acompanhar
    segui ;)

    ResponderEliminar
  4. Segue sempre os teus sentimentos (:
    Sigo.

    ResponderEliminar